TOP 5 ERROS NO HALTEROFILISMO OLÍMPICO

TOP 5 ERROS NO HALTEROFILISMO OLÍMPICO

Language / Язык: ENG PT 

    CHASING THE RESULT

    1. Buscando o resultado. Qualquer pessoa que se apaixone pelo halterofilismo olímpico sonha em levantar pesos altos e, obviamente, quer alcançar esse objetivo o mais rápido possível. Esses "pesos altos" são diferentes para cada pessoa, mas é importante lembrar e entender que cada um de nós tem seu próprio potencial genético. Juntamente com muitos outros fatores, esse potencial melhora ou dificulta nossa capacidade de levantar a barra mais pesada. Um atleta deve sempre lembrar que o seu maior peso não será descoberto imediatamente. Meu treinador usava o termo "novato" para qualquer atleta que não havia completado dois anos no halterofilismo olímpico ainda. Esse é exatamente o período de tempo necessário para aprimorar sua técnica e preparar ligamentos e músculos para o  levantamento de peso de verdade. Trabalhar com esse objetivo trará resultados desejados e ajudará a evitar lesões e decepções. Infelizmente, muitas vezes eu vejo os halterofilistas tentando correr contra o tempo e levantar um peso sem o treinamento técnico e força necessários. É justamente por causa dessas experiências que eu quis fazer este artigo para ajudar os outros a evitarem os mesmos erros e dar-lhes a oportunidade de sentir a alegria do halterofilismo olímpico, saúde, força e beleza!

    2. Aquecimento mal feito. Eu sempre achei que fazer um aquecimento antes do treino era algo de senso comum. Uma regra simples e clara que todos conheciam e seguiam. Meu treinador me mostrou o caminho certo. Para mim, é algo natural. Mas quando comecei a trabalhar nos países e academias diferentes, percebi que, muitas vezes, essa regra simples era negligenciada ou, o que era pior ainda, atrapalhada pelas práticas ruins. Muitos atletas não entendem que é preciso aquecer junção por junção durante pelo menos 15 minutos. É extremamente importante preparar o seu corpo desta maneira para o trabalho principal e para as cargas pesadas que você estará colocando em seu sistema músculo-esquelético. Eu sempre lembro aos meus atletas que o aquecimento melhora a mobilidade das articulações, a coordenação dos músculos e nervos e acelera o metabolismo. Aumentar a sua frequência cardíaca, elevando a temperatura do corpo, é crucial. Um aquecimento adequado ajuda a abrir os capilares nos músculos e, assim, aumenta o suprimento de sangue. Além disso, esse aumento de temperatura pode prevenir as possíveis lesões esportivas. Também é importante lembrar que o sistema musculoesquelético não está pronto logo após o aquecimento para o levantamento de peso. Dê a si mesmo de 5 a 8 minutos após o aquecimento antes de continuar. Só então você poderá pegar a barra e começar seu programa de exercícios e treinamento. Muitos atletas têm problemas com o aquecimento. Mesmo para aquecimentos feitos com uma barra vazia, recomendo dividir seu exercício principal em partes menores. Comece com a barra somente. Em seguida, adicione peso médio de 5 a 20 kg. Quanto peso adicionar depende do seu nível de habilidade, ou seja, quanto menor a experiência e o conjunto de habilidades do atleta - menor deve ser cada passo.

    3. Copiando a Técnica dos Melhores Atletas. Muitas vezes os iniciantes costumam dizer: Eu assisti um vídeo onde o campeão mundial realizou este exercício dessa maneira específica, por isso deve estar correto. Sim e não. Em primeiro lugar, é impossível para um atleta que treina há 3 meses querer comparar-se ao atleta que vem treinando por 15 anos ou mais. Técnica de um iniciante e técnica de um profissional têm características, critérios, amplitude e velocidade  diferentes. Em segundo lugar, os melhores atletas do mundo são muitas vezes pessoas únicas com as estrutura de corpo próprias e técnicas de movimento que um novato que está apenas começando não pode ter. Em outras palavras, um profissional que domina seu ofício, terá que se adaptar a sua técnica para atender a si mesmo. O que funciona para ele pode não funcionar para mais ninguém. Claro, você pode e deve assistir e admirar o atleta que é de certa forma único, mas sem copiar cegamente a técnica de ninguém. Imitar outra pessoa não vai lhe empurrar para a frente como atleta. Para aprimorar suas habilidades desportivas, você precisa sentir e ouvir o seu corpo e compreender as regras que regem todos os seus movimentos únicos. Comece com movimentos simples e só então prossiga para os movimentos mais complexos. E para isso você terá que aprender muito e se concentrar em auto-aperfeiçoamento!

    4. Exagerar nos treinos. Muitos atletas acreditam que se constantemente se dirigirem ao limite de suas capacidades físicas e mentais, atingirão novas alturas e limites de peso. Na prática, isso geralmente significa que eles vão acabar exagerando nos treinos e, consequentemente, podem até se machucar. Como resultado, tais treinos exagerados podem impossibilitar qualquer treinamento posterior. Lembre-se, você não pode sempre estar  no seu melhor nível de desempenho esportivo. Esse tipo de tensão no seu corpo irá destruí-lo fisicamente. Trabalhar em sua melhor forma física deve ser algo temporário. Os atletas profissionais passam meses para conseguir este estado físico a fim de se prepararem para atingir o seu nível máximo enquanto competem, mas depois sua carga de treinamento é deliberadamente reduzida para dar tempo ao corpo para se recuperar. Lembre-se também disso: o aperfeiçoamento não é uma linha reta. Seus resultados pessoais vão aumentar, depois diminuir e no final ficarão na mesma por algumas semanas também. Não perca a esperança. Conheça os limites do seu próprio corpo. Teste-os, mas não exagere e sempre lembre-se de ter um tempo para se recuperar.

    Eu vou contar uma pequena história para ilustrar o meu ponto. Um atleta (na categoria de peso pesado) me disse que seu programa de treinamento era de 2 kg no SNATCH e  CLEAN & JERK toda semana. Ele acreditava que era possível. Na época, seus resultados já eram bastante altos: SNATCH - 165 kg e o CLEAN & JERK - 200 kg. Eu disse a ele: um ano tem 52 semanas e com base em seus cálculos, em um ano você deve levantar 269 kg em SNATCH e 304 kg em CLEAN & JERK. Até mesmo um objetivo simples como 2 kg por semana pode ser demais. Não sobrecarregue o seu corpo.

    5. Treinar sozinho na garagem. Antes de visitar os Estados Unidos pela primeira vez, eu não tinha conhecido muitos halterofilistas. No entanto, quando descobri que milhares de pessoas treinavam dessa maneira, fiquei incrivelmente surpreso. Claro, é ótimo se você pode comprar uma plataforma e um barra e treinar por conta própria. No entanto, existem alguns outros elementos do próprio músculo e o espírito de treinos que você perde quando escolhe treinar dessa maneira. O treinador é uma pessoa que entende o que está acontecendo e pode lhe dar uma perspectiva imparcial de quão bem você está indo. Quando a barra é pesada, os sentidos podem enganar, especialmente no caso dos iniciantes. Além disso, um treinador permite que você aprimore sua análise subjetiva do seu próprio progresso, pois ele sempre terá uma visão mais clara e objetiva do seu desempenho. Se tudo o que você tem é a sua opinião, você não pode ver os erros, os erros de cálculo, os erros que o prenderão. Um treinador pode sempre lhe motivar e - o que é mais importante- lhe parar quando for preciso. Outro problema sério relacionado aos treinos por conta própria está na falta do ambiente competitivo. Treinar com seus colegas, seus amigos mais velhos e atletas experientes cria um ambiente que faz com que você busque, desenvolva e alcance novos resultados. Atletas profissionais me entenderão: quando há três de vocês, todos atletas fortes em uma categoria de peso e apenas um lugar nos Jogos Olímpicos, vocês se esforçam mais para serem os melhores.

    1. 5 TIPS FOR RECEIVING POSITION IN SNATCH

    2. ABOUT TECHNIQUE

    3. POWER POSITION AND SCIENCE


Leave a comment

Get Free PDF with TOP 5 Weightlifting Mistakes and Ways to Fix Them

Please enter a valid e-mail

You are subscribed! Stay tuned