"O TREINAMENTO DE FORÇA NO MUNDO DAS PESSOAS" OU O QUE EU TENHO APRENDIDO COM O TRAINING CAMP “

"O TREINAMENTO DE FORÇA NO MUNDO DAS PESSOAS" OU O QUE EU TENHO APRENDIDO COM O TRAINING CAMP “

Language / Язык: ENG PT

    Em 2013, a federação de halterofilismo da Ucrânia conduziu uma pesquisa social entre as pessoas comuns na rua, fazendo uma pergunta muito simples: o que é o treinamento de força? Pode parecer um pouco ofensivo e estranho, mas em 99% dos casos, ouvimos que era musculação, powerlifting ou um esporte em que homens grandes carregavam pedras e carros enormes. Estas eram as realidades da época. E isso levando em consideração o fato de que este esporte completou mais de 120 anos de história no meu país e tem uma dúzia de campeões olímpicos e atletas lendários. Até o próprio Arnold Schwarzenegger era um fã declarado do halterofilista ucraniano Leonid Zhabotinsky, que servia de exemplo de força verdadeira e coragem competitiva para ele.

    Nesse mesmo tempo, o CrossFit ganhou popularidade e se espalhou dos EUA para os outros países também. Eu, particularmente, agradeço o CrossFit pelo simples fato de que agora o mundo inteiro sabe que o treinamento  de força é arrancos e arremessos, e não uma simples rosca do bíceps com barra “W” por 12 vezes. O CrossFit ensina que é preciso desenvolver o corpo harmoniosamente e prestar atenção em todas as capacidades motoras.

    Tenho encontrado os momentos semelhantes na minha prática de treinamentos também. Eu percebo uma surpresa sincera nos olhos dos atletas quando eles compreendem que uma grande força não resolve todas as tarefas do treinamento de força, que a técnica do exercício não é formada num treino, que a flexibilidade e a mobilidade são importantes para sua própria segurança, que a resistência e a capacidade de trabalho são essenciais para resolver todos os elementos básicos, que a paciência e a disciplina trazem melhores resultados do que uma coragem louca e injustificada.

    Além disso, nos mais de 10 anos de desenvolvimento ativo de CrossFit, vimos um fenômeno único - quando as pessoas depois de tentar todas as oportunidades do CrossFit Box, encontraram algo para si - algumas começaram a correr maratonas, outras escolheram as barras horizontais no levantamento de peso.

    Eu fico feliz pelo fato de que, quando as pessoas compartilham suas experiências no levantamento de peso comigo, elas afirmam ter compreendido que neste esporte as técnicas, a mente e o caráter valem muito mais do que simplesmente a  força. E que é exatamente isso que elas mais gostam quando migram para esse esporte - a necessidade de crescer física e mentalmente.

    Continuo a me surpreender positivamente com o fato de que muitas pessoas que vêm para o meu “training camp” praticam o levantamento de peso por prazer. São pessoas de background profissional totalmente diferente, muitas delas são da área de TI. Nos anos que eu comecei a treinar os conceitos de halterofilista e um  programador eram totalmente diferentes.

    Hoje em dia, esta é apenas uma realidade comum. E o que mais impressiona é que, mesmo tendo férias uma vez ao ano, há pessoas que optam por “ralar” em nosso “training camp”, ao invés de curtir suas férias em uma aprazível praia.

    A vida cotidiana tem uma pequena desvantagem - na correria do dia a dia deixamos de escutar o nosso próprio corpo e, muitas vezes, até a cabeça e o coração. E é exatamente  isso que recebemos da natureza ao nascer.


Pois então, por que mesmo que o “training Camp” é tão cativante para aqueles que nos visitam?

Na minha opinião, tudo tem a ver com o estilo de vida e a atmosfera que nós com os atletas respiramos por 2 semanas. É uma oportunidade de se desconectar das preocupações diárias, do trabalho, dos telefonemas e se conectar com o trabalho de força, com o levantamento de pesos para sentí-lo e ouví-lo.


Leave a comment

Get Free PDF with TOP 5 Weightlifting Mistakes and Ways to Fix Them

Please enter a valid e-mail

You are subscribed! Stay tuned